sábado, 12 de dezembro de 2009

Steve Van Doren - Entrevista

A revista online e loja Crooked Tongues fez uma entrevista muito boa com Steve Van Doren, filho de Paul Van Doren, o fundador da Vans. Na longa entrevista ele fala do seu amor e orgulho pela marca, além de muitos fatos e momentos dos 42 anos da marca. Aí vão alguns trechos:

CT: Como você vê essa recente onda de popularidade dos modelos antigos da Vans?
Steve: Nós duplicamos nossos negócios nos ultimos 3 anos e meio. Quando meu pai vendeu a Vans em 1988, ele disse "A Vans é como um hidrante. Fica pingando. Eu nunca gastei dinheiro com propaganda porque eu nunca acreditei nisso". E ele é assim. Eu lembro que antes de ele sair da empresa, eles tinham 3 agências de publicidade, e estavam tentando decidir qual delas que tomaria conta da Vans, porque nós nunca tivemos uma.

(nota, no final dos  anos 80 a Vans entrou em processo de falência, onde o capital da empresa foi aberta e uma corporação tomou os negócios da marca.)

Steve Van Doren no Brasil

CT: E os numeros? Mudaram eles para nomes sem você saber?
Steve: Assim que os tênis começaram a ser produzidos fora dos Estados Unidos, os nomes mudaram. Por toda minha vida o número 44177006 é o iate azul de lona, não o Authentic! O nome Authentic só apareceu em 1994! É um bom nome. (...) Eles têm nomes agora, Old Skool, Half Cabs... Todos eram números para mim! Era? Isso é um 95. Authentic? Um 44.



CT: Quem escolheu o nome  "Off the Wall"?
Steve: Os skatista da época, que estavam saindo das paredes retas das piscinas. O primeiro tênis Off the Wall saiu no dia 18 de março de 1976. (N.T.: o equivalente moderno mais próximo do Off the Wall original é o Era) O primeiro só vinha escrito "Off the Wall" - raramentos colocávamos o nome Vans nos tênis. Mas o Off the Wall era para caras como Tony Alva e Stacy Peralta. Nós tinhamos dois tipos de tag no calcanhar, Van Doren que estava em todos os modelos, e aí que apareceu o Off the Wall.  O nome Vans sozinho só apareceu em 1988, depois que a empresa foi vendida. Para o Off the Wall, só existiam cores selvagens. Se você fosse a alguma loja da Vans e pedisse um modelo iate, o 44, Authentic, no calcanhar vinha escrito Van Doren. Mas se você fosse lá e encomendasse um modelo específico, com as cores de sua escolha, aí era um Off the Wall. Meu pai era um cara simples, tênis para homens em caixas azuis, crianças em caixas laranjas e mulheres em caixas verdes.


Para a entrevista completa (em inglês) visite o site da Crooked Tongues.

Marcadores: , ,

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

var linkwithin_site_id = 214282; Related Posts with Thumbnails