domingo, 13 de dezembro de 2009

Solas, construções e afins.

Desde 1966 a Vans vem desenvolvendo solas, materiais e tênis para skate com um pé no clássico e outro na tecnologia. Nesse post uma pequena trajetória das solas e construções da Vans.

O primeiro pela ordem histórica é a sola vulcanizada original, que também é conhecida como sola Off the Wall e Waffle Outsole. Essa sola foi desenvolvida no começo de 1966 antes da primeira loja de Paul Van Doren ser aberta em Anahein - Califórnia. A princípio é uma sola de borracha vulcanizada comum, mas o que pouca gente sabe é a importância histórica que essa fôrma de sola tem. Assim que foi desenvolvida a primeira versão da sola, ela era composta somente desses pequenhos losangos (lá fora conhecidos como diamantes), mas em certos pontos do tênis a sola começava a rachar devido ao calor e ao atrito com o solo, além da constante tensão criada pelo movimentos do pé dentro do tênis. Para resolver isso Van Doren decidiu colocar linhas verticais paralelas na parte em que mais rachava, e depois extendeu isso pra uma inteira parte no tênis, que é onde forma um trançado perto da "ponta" da sola.
A Off the Wall (que aqui era conhecida como "sola tipo iate") foi um dos principais motivos da Vans ser tão adotada pela crescente comunidade skater do sul da Califórnia.

Sola Off The Wall

A sola Off the Wall pode ser encontrada em todos os models da linha classic (Old Skool Sk8 Hi, Era, Authentic, Slip On, Chukka Boot, Half Cab), e em modernos tênis como o Rowley Classic e TNT II.


Seguindo o conceito da Off The Wall, Geoff Rowley e a Vans desenvolveram a modernização da sola, a Micro Waffle. Essa sola nada mais é que a mesma sola vulcanizada, mas com uma quantidade de losangos muito maior no mesmo espaço, aumentando assim a aderência garantida da sola vulcanizada. Até hoje a Microwaffle só é encontrada no Rowley Squares.

Sola Micro Waffle

Ainda falando de solas, existe a Cupsole, que não tem muitas diferenças com a OTW a não ser por três aspectos: a "cinta" que cobre a sola lateralmente é muito mais grossa que a OTW, a borracha tem quase o dobro de densidade e entre a sola e a palminha existe um sistema de amortecimento com borracha EVA. Mas o mais interessante dessa sola é que ela foi desenvolvida em conjunto com a construção Boardfeel, que vai ser comentada daqui a pouco. A Cupsole pode ser encontrada no No Skool e na versão moderna do Lo Cab.

Sola Cupsole

Já que foi comentado a construção Boardfeel, esse é o proximo assunto. A Boardfeel é a mais nova tecnologia da Vans para tênis de alta perfomance. A intenção dessa tecnologia é juntar diversos aspectos numa construção só. Ou seja, a flexibilidade que antes era só relacionada com o material do model, o "grip" (a forma como o tênis "gruda" no skate) era relacionada somente com o tipo de borracha e o amortecimento era relacionado com a palminha. Com essa construção especial, a Vans conseguiu unir todos esses aspectos de uma única forma, não mais separando esses aspectos, mas juntando todos eles para um maior conforto, durabilidade, flexibilidade, amortecimento e performance, além da redução no peso dos tênis. Todos esses conceitos foram testados por Anthony Van Engelen e Dustin Dollin, por isso os primeiros models a usarem essa tecnologia foram exatamente o DD-66 e o AV Era. Pela grande revolução que essa tecnologia trouxe (não se via nada assim nos tênis da Vans desde a introdução da série XL de Geoff Rowley) é esperado que a maioria dos futuros models venham com esse tipo de construção. A Boardfeel pode ser encontrada no DD-66, AV Era e TNT III Slip On.

Construção Boardfeel

A tecnologia de absorção de impacto ImpactSorb fez sua estréia no Tony III, colocando um sistema de amortecimento usando três camadas de borracha-gel de três densidades diferentes unidas, envolvidas por uma grossa camada de EVA bi-composta sobre uma camada base de borracha lisa. O ImpactSorb pode ser encontrado no Tony III e no Estilo TRES.

ImpactSorb

A Duracap é uma aplicação de borracha na biqueira do tênis, envolvendo toda a parte da frente, exatamente aonde mais a lixa "come" o tênis. Essa camada aumenta consideravelmente a durabilidade do tênis, já que mesmo depois de todo o tecido ter sido destruído pela lixa ele serve como parte do model. O Duracap só pode ser encontrado no AV Era.

Duracap

E a última tecnologia que a Vans ainda usa em seus tênis é o clip TPU. TPU é de Uretano Termoplástico, uma peça de uretano que é aplicada entre a sola XL e a palminha na família de models XL (XLT, XL2 e XL3). A função desse clipe é manter o calcanhar sobre uma região firme, já que a sola XL mantém a mesma sola "mole" por toda a extensão do tênis, e o calcanhar precisa de um suporte mais sólido, além de ser o ponto que "cola" o corpo do tênis com a sola. Essa foi a solução encontrada ao invés de simplesmente injetar um amortecedor na região do calcanhar, já que isso ia dificultar a construção do resto da sola. O clipe TPU pode ser encontrado nos models XLT, XL2 e XL3. 

TPU

2 Comentários:

Blogger getsrafa disse...

Mto bom essas matérias que mostram o porque a Vans é o melhor tennis pra skate!!! soh um detalhe, o certo eh palminha ou palmilha? fiquei na duvida rs...

31 de março de 2010 22:28  
Blogger rafael pires disse...

eu gostaria de saber oq são essas pequenas letras no solado, exemplo oq eu estou usando tem as letras PA, essas letras são oq faz kda sola usar um material diferente para diferentes modelos entre alguns mais kros e outros mais baratos, pq pelo oq eu percebi os solados q tem letras diferentes são alguns com o material inferior ou superior...

21 de junho de 2013 15:35  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial

var linkwithin_site_id = 214282; Related Posts with Thumbnails